Trabalhe com a Gente

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Cotação Seguro de Vida

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Cotação Seguro Residencial

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Cotação Seguro Empresarial

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Cotação Seguro Automóvel

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Cotação Seguro Pessoal

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

DAMS

Todas as coberturas, além dos documentos solicitados abaixo, necessitam do Formulário Único – Pedido do Seguro DPVAT

Documentos da Vítima

  • RG da vítima (ou CNH, Carteira de Trabalho, Certidão de Casamento ou de Nascimento) – cópia simples;
  • CPF da vítima – cópia simples;
  • Comprovante de residência – cópia simples;
  • Notas fiscais, faturas, cupons fiscais e recibos originais, comprovando o pagamento das despesas, tais como, farmácia, materiais médico-hospitalares, exames médicos, odontologia, fisioterapia ou fonoaudiologia;
  • Recibos e notas fiscais originais, emitidos em nome da vítima, ou comprovantes do pagamento a cada médico ou profissional, contendo data, assinatura, carimbo de identificação, número do CRM, número do CPF ou CNPJ e a especificação de cada serviço executado, com valor individualizado e a data em que foi prestado cada atendimento;
  • Discriminativo com valores e quantidades individuais de cada despesa médica e suplementar, incluindo diárias e taxas, relação dos materiais e medicamentos utilizados e, ainda, exames efetuados com preços por unidade, além dos serviços médicos e profissionais
    quando cobrados, especificando as sessões do tratamento realizado, os valores, datas, identificação da vítima e do profissional de saúde responsável – cópia simples;
  • Comprovante do pagamento da coparticipação da vítima no convênio médico, tais como, contracheque e boleto bancário quitado com autenticação bancária legível – cópia simples;
  • Relatório/demonstrativo do convênio médico, informando as despesas de coparticipação da vítima, discriminando os serviços médicos prestados e/ou materiais fornecidos, os valores da coparticipação em cada despesa, com data e identificação da vítima – cópia simples;
  • Boletim de Atendimento Médico Hospitalar (BAM), ou documento equivalente, comprovando que as despesas médico-hospitalares efetuadas de fato decorreram do atendimento à vítima de danos corporais por acidente de trânsito – cópia simples;
  • Solicitação médica de cada despesa suplementar realizada, tais como: fisioterapia, medicamentos, exames, equipamentos ortopédicos, órteses, próteses e outras medidas terapêuticas realizadas, devidamente justificadas pelo médico, com a identificação da vítima, médico responsável e/ou demais profissionais de saúde envolvidos no tratamento, com data, assinatura, carimbo de identificação e número do CRM, CPF ou CNPJ – cópia simples;
  • Receituário médico de cada medicamento prescrito, identificação da vítima e do médico responsável, com data; assinatura; carimbo de identificação; número do CRM, do CPF ou CNPJ – cópia simples.

Documento do Acidente

  • Boletim de Ocorrência Policial – documento oficial emitido por órgão competente para registro de acidente de transito com vítima, conforme a Lei (Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar e Bombeiro Militar) – cópia simples;
  • O boletim de ocorrência (BO) é um documento muito importante para pleitear sua
    indenização e nele deverão constar as informações a seguir:
  1. a identificação e assinatura da autoridade competente (Delegado de Polícia, Escrivão ou outro agente policial);
  2. identificação do comunicante do fato (nome completo, identidade, CPF e endereço);
  3. identificação do veículo causador do acidente, número da placa, chassi e nome do proprietário do veículo, exceto para os casos de veículo não identificado;
  4. a identificação completa da vítima (nome completo, identidade, CPF e endereço);
  5. a identificação completa das testemunhas (nome completo, identidade, CPF e endereço), caso existam;
  6. a data correta do acidente e o horário;
  7. a narrativa de como ocorreu o acidente, como foi prestado o socorro e o hospital para onde a vítima foi levada.

Outros (caso o beneficiário seja representado por procurador)

  • RG e CPF do Procurador – cópia simples;
  • Comprovante de residência do Procurador – cópia simples;
  • Declaração de Prevenção à Lavagem de Dinheiro – (ver/imprimir modelo);
  • Procuração por instrumento particular, com reconhecimento de firma do beneficiário por autenticidade – feita em cartório;
  • Procuração por instrumento público em caso de beneficiário não alfabetizado – feita em cartório.
© Gente Seguradora - 2019 - Todos os direitos reservados