Cotação Seguro de Vida

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Cotação Seguro Residencial

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Cotação Seguro Empresarial

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Cotação Seguro Automóvel

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Cotação Seguro Pessoal

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Termos mais utilizados

Com a proposta aceita a seguradora emite um documento que é a apólice. A proposta é a manifestação formal do interesse de alguém em fazer um seguro. A apólice é a prova da concretização do Contrato de Seguro e da aceitação da proposta, pois regula os direitos e obrigações dos contratantes. Na apólice de seguro constarão os mesmos dados contidos na proposta, sem quaisquer acréscimos ou diferenças.

A seguradora não pode emitir uma Apólice, modificando ou alterando os dizeres da proposta, salvo com consentimento formal do Segurado. Além disso, constam as cláusulas, os direitos e obrigações das partes (Segurado e Seguradora).

Glossário

  • Apólice mais

    É o documento emitido pela seguradora em função da aceitação do risco apresentado pelo segurado. A apólice contém os dados do segurado, do bem segurado e das coberturas contratadas. São parte integrante da apólice: a proposta de seguro, as condições gerais e particulares que identificam o risco, assim como as modificações que se produzam durante a vigência do seguro, realizadas através de endossos. Assim que receber a proposta, a seguradora tem 15 dias para emitir a apólice, que tem como objetivo exprimir de forma concisa e sucinta os principais tópicos cobertos pelo contrato.

  • Avaria prévia mais

    Dano anterior a contratação do seguro e que, portanto, não está coberto.

  • Aviso de Sinistro mais

    É o comunicado à Gente Seguradora sobre evento de sinistro de acordo com a contratação em apólice.

  • Beneficiários mais

    Pessoa (Física ou Jurídica) que receberá a indenização. É aquela pessoa (ou pessoas), nomeada em contrato que tem direito a receber a indenização ou "os benefícios" do seguro, podendo ser o próprio segurado ou alguém nomeado por ele. Por exemplo, em um seguro de vida podem ocorrer duas situações:

    Em caso de morte o beneficiário é a pessoa indicada pelo segurado
    Em caso de invalidez o beneficiário é o próprio segurado.

  • Bens mais

    Este termo refere-se não só aos bens materiais como casas, automóveis, etc., mas também à vida e responsabilidade. Podemos então dizer que, teoricamente, todo e qualquer bem pode vir a ser segurado, desde que alguma Companhia Seguradora aceite fazer o seguro.

  • Bônus mais

    É o desconto concedido na renovação ou contratação de uma nova apólice quando não há registro de sinistro na apólice anterior.

  • Cancelamento mais

    É a rescisão antecipada da apólice do endosso ou apólice de seguro.

  • Carroceria mais

    Parte que fica sobre o chassi e onde se alojam os passageiros, em veículos coletivos e de passeio. Em caminhões, parte traseira, destinada à carga.

  • Capital Segurado mais

    É a importância em dinheiro fixada na apólice, correspondente ao valor máximo estabelecido para o objeto do seguro. Pode ser fixo, quando a indenização é paga integralmente ou proporcional, quando a indenização é apurada segundo os prejuízos sofridos pelo objeto segurado.

  • Cláusula mais

    Definição de cada uma das disposições contidas no contrato de seguro.

  • Cobertura Adicional ou Suplementar mais

    É a garantia de outros riscos que não são cobertos pela cobertura básica, sobre os quais o Segurado poderá se garantir mediante pagamento adicional.

  • Condições Gerais mais

    São as cláusulas do contrato que estipulam os direitos e obrigações da seguradora e do segurado.

  • Colisão mais

    É a batida propriamente dita do veículo segurado.

  • Cobertura Básica mais

    É aquela que, quando da efetivação do seguro, deverá ser contratada. Portanto, a cobertura básica refere-se ao mínimo de garantias de um ramo de seguros.

  • Corretores de Seguros mais

    Pessoas físicas ou jurídicas legalmente autorizadas pela SUSEP para angariar e promover contratos de seguros. Os Corretores de Seguros funcionam como intermediários oficiais entre as Companhias Seguradoras e o Segurado, na contratação e durante a vigência do seguro.

  • Cosseguro mais

    Distribuição da responsabilidade da apólice entre outras seguradoras. A seguradora emite uma apólice e esta distribui entre outras seguradoras um percentual do total segurado.

  • Dano Corporal mais

    Toda lesão exclusivamente física causada ao corpo da(s) pessoa(s) em razão de um acidente de trânsito causado por veículo segurado. Danos classificáveis como mentais ou psicológicos não oriundos de danos corporais, que não estão abrangidos por esta definição.

  • Dano Estético mais

    Dano físico/corporal que, embora não acarrete seqüelas que interfiram no funcionamento do organismo, implique em redução ou eliminação dos padrões de beleza ou estética de uma pessoa.

  • Dano Material mais

    São as avarias causadas especificamente nos bens materiais de uma pessoa.

  • Dano Moral mais

    Ofensa ou violação que, mesmo sem ferir ou causar estragos aos bens patrimoniais de uma pessoa, ofenda seus princípios e valores morais, tais como os que se referem a sua liberdade, a sua honra, a seus sentimentos, a sua dignidade e/ou a sua família. Em contraposição ao patrimônio material, é tudo aquilo que não seja suscetível de valor econômico, ficando a cargo do Juiz, no processo, o reconhecimento de tal dano, bem como a fixação de sua extensão e eventual reparação, devendo ser sempre caracterizado como uma punição que se direciona especificamente contra o causador dos danos.

  • Endosso mais

    Documento expedido pela seguradora, durante a vigência da apólice, pelo qual esta e o Segurado acordam quanto à alteração de dados e modificam condições da apólice.

  • Finalidades do Seguro mais

    O Seguro visa proteger a pessoa contra prejuízos ou danos que possam decorrer de certos acidentes nomeados no contrato de seguro. Um acidente de automóvel provoca a necessidade de reparos, nesse caso, um seguro de automóvel pagaria os prejuízos decorrentes do acidente. Por isso, o seguro tem como finalidade cobrir prejuízos materiais e com isso trazer certa tranqüilidade ao segurado.

  • Franquia mais

    Cláusula expressa no contrato, que diminui a responsabilidade da Companhia Seguradora e faz o segurado participar dos prejuízos decorrentes de cada sinistro. A franquia é uma cláusula existente em várias modalidades de seguros, mas não em todas.
    Em algumas delas, esta cláusula é obrigatória, em outras modalidades, ela é facultativa, isto é, o segurado escolhe se o seguro será com ou sem franquia.
    Quando da ocorrência de um sinistro, existem duas situações possíveis: o prejuízo ser menor ou maior que o valor da franquia. Suponha que um bem tenha sido segurado por R$ 10.000,00 (dez mil reais), com uma franquia de 10% da importância segurada = R$ 1.000,00 (hum mil reais).
    Nesse caso tudo que ficar superior ao valor da franquia a Seguradora será responsável, sendo que, se o prejuízo for menor que o valor da franquia, o segurado será o único responsável pelo pagamento. Se for considerada a perda total do bem, a Seguradora indenizará o total da importância segurada, sem deduzir a franquia.

  • Garantia de Cobertura mais

    Cobertura/garantia corresponde ao conjunto de eventos (riscos) previstos no Contrato de Seguro. Dizer que um seguro de Vida "cobre" Morte Natural significa que ele garante ao(s) beneficiário(s) uma determinada indenização (Capital Segurado) em caso de Morte Natural do titular do seguro. Existem dois tipos de cobertura (Básica e Adicional/Suplementar).

  • Indenização mais

    Importância que a Seguradora se obriga a pagar ao Segurado na ocorrência de evento previsto nos termos das Condições Gerais.

  • Inspeção de Risco mais

    Em determinados ramos de seguros, há necessidade e obrigatoriedade de uma inspeção no risco a ser segurado. Essa verificação é chamada de Inspeção de Risco. Um exemplo simples dessa inspeção é a Vistoria Prévia feita nos veículos que se pretende segurar.
    Esse procedimento beneficia ambas as partes do contrato. A Seguradora fica ciente do risco a que se expõe, proporciona uma taxação adequada ao risco e pode oferecer ao cliente uma visão mais exata das suas necessidades de segurança.

  • Liquidação mais

    Com base no relatório da regulação, dá-se a Liquidação, ou seja, o pagamento ou a recusa da indenização prevista no contrato. O processo de Liquidação de Sinistros é atividade das mais importantes, visto que é nesta ocasião que se revela a idoneidade da Companhia Seguradora. Portanto, cabe à Seguradora dar tranqüilidade ao Segurado, que vive momentos de preocupações, ao proporcionar um atendimento rápido e eficiente.

  • Prêmio mais

    Quantia paga pelo Segurado à Seguradora. Depois do bem ser inspecionado e avaliado, a Seguradora estipula o valor que o segurado deverá pagar para ter o seu patrimônio garantido. Não havendo o pagamento, o Segurado perderá os direitos que as Condições Gerais do Seguro lhe garantem.

  • Proposta de Seguro mais

    Para que um contrato de seguro seja efetivado, é necessário que o interessado manifeste formalmente seu desejo. O interessado propõe um seguro a uma Seguradora, por meio de uma proposta e por isso passa a chamar-se Proponente. Esta manifestação formal é endereçada à Cia. Seguradora por meio de um documento chamado Proposta de Seguro.
    Além dessa função, a proposta se presta a outra finalidade: definir as condições sob as quais o contrato será feito. Para que a definição dessas condições seja possível, a proposta de seguro deve conter uma série de informações e dados sobre o proponente, o bem segurado, a importância segurada, o prêmio e assim por diante.

  • Questionário de avaliação de risco mais

    Formulário de questões, que é parte integrante da proposta de seguro, e que deve ser respondido pelo segurado, de modo claro e preciso, sem omissões. Trata-se de uma das referências que determinam o prêmio do seguro.

  • Regulação mais

    É a constatação, pesquisa e o levantamento dos prejuízos e de outros elementos necessários à fixação dos valores que se constituirão em elementos básicos no cálculo das indenizações. Nesta fase são analisadas as causas e o enquadramento do evento nas condições contratuais vigentes à época do sinistro.

  • Renovação do Seguro mais

    Se um contrato tem data de início e término, isto quer dizer que o contrato precisa ser renovado. A renovação é bastante simples de ser feita. Ela pode ocorrer por meio de emissão de uma nova apólice.

  • Resseguro mais

    Resseguro: é "o seguro do seguro". Quando uma Cia seguradora assume um risco maior que sua capacidade (limite técnico), ela deve repassar parte desse risco a uma resseguradora.

  • Riscos mais

    Refere-se aos danos que podem acontecer aos bens. A acidentes ou incidentes são os riscos a que o bem está sujeito.

  • Seguro mais

    Contrato bilateral por meio do qual alguém (SEGURADO), mediante pagamento (PRÊMIO), obtém para si ou para terceiros (BENEFICIÁRIOS), uma promessa de reembolso (INDENIZAÇÃO) sobre prejuízos que venha a sofrer na sua integridade física (SEGURO DE PESSOAS) ou em seus bens materiais (SEGURO DE BENS) ou em bens de terceiros (SEGURO DE RESPONSABILIDADES), conseqüentes de ocorrência fortuita (SINISTRO) de alguns eventos danosos (RISCOS) previstos no contrato

  • Sinistro mais

    Trata-se da ocorrência do evento coberto pela apólice. Portanto, se um acidente, ou evento, ou sinistro ocorrer, ele só tem conseqüência em termos de indenização se tiver sido mencionado na apólice. Se o evento não estiver coberto pela apólice, a Seguradora nada pode fazer e somente o Segurado arca com os prejuízos. As primeiras providências em casso de sinistro deverão ser tomadas pelo Segurado. Em caso de acidente previsto na apólice, a ocorrência deverá ser comunicada o mais rapidamente possível à Seguradora.
    Esta comunicação poderá ser feita pelo Corretor de Seguros ou diretamente na Seguradora. Por força contratual, o Segurado ou seu representante legal deverá formalizar a comunicação do sinistro informando uma série de dados como: data, hora, local e itens atingidos bem como uma estimativa dos prejuízos havidos. As próximas providências ocorrerão na Liquidação de Sinistros da Seguradora, após a chegada da comunicação até a decisão final sobre o assunto, isto é, o pagamento ou a recusa de indenização e encerramento de processo, de acordo com as condições de Contrato de Seguro. A Liquidação de Sinistro é executada em duas fases distintas que se complementam: a Regulação e a Liquidação.

  • SUSEP mais

    Superintendência de Seguros Privados, órgão responsável pela regulamentação da atividade de seguros no Brasil.

  • Valor Máximo de Indenização mais

    Ao preencher uma proposta de seguro é necessário especificar o valor atribuído ao bem segurado: valor de um automóvel, de um imóvel, e até o valor da vida, no caso de um seguro de vida. A este valor damos o nome de Valor Máximo Indenizável, Importância Segurada ou Capital Segurado. Esta quantia é o valor máximo que a Companhia Seguradora estará obrigada a indenizar, em caso de ocorrência de sinistros.

  • Vigência mais

    Prazo que determina o início e término da validade das garantias contratadas.

  • Vistoria Prévia mais

    Inspeção que a seguradora realiza, antes da aceitação do risco, para verificação das características e do estado de conservação do veículo.

  • Vigência do Seguro mais

    É o período de tempo fixado para vigorar o contrato. Normalmente, o prazo é de um ano. Mas existem outros prazos para seguros. Existe o seguro de Prazo Curto que é contratado por um período inferior a um ano. Já no Prazo Longo, é contratado por períodos superiores a um ano. Em alguns casos, o prazo é pré-determinado e em outros é o cliente que escolhe. O prazo incide diretamente no prêmio de um seguro.

  • Vistoria de Sinistro mais

    Inspeção que a seguradora efetua, por intermédio de peritos habilitados, para verificar, na hipótese de sinistro, os danos ou prejuízos do veículo.

© Gente Seguradora / 2018 / Todos os Direitos Reservados.