fbpx

Cotação Seguro de Vida

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Cotação Seguro Residencial

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Cotação Seguro Empresarial

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Cotação Seguro Automóvel

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Cotação Seguro Pessoal

Olá, sou o gentil, quero conhecer um pouco de você.

É rápido, basta preencher os dados abaixo e selecionar a forma de atendimento.

Levantamento da Líder faz raio X das indenizações em 2016

O seguro DPVAT pagou, em 2016, mais de 434 mil indenizações de acidentes de trânsito no Brasil, incluindo casos de morte, invalidez permanente (total e parcial) e despesas médico-hospitalares…
25/07/2017

O seguro DPVAT pagou, em 2016, mais de 434 mil indenizações de acidentes de trânsito no Brasil, incluindo casos de morte, invalidez permanente (total e parcial) e despesas médico-hospitalares. Em valores, o montante indenizado totalizou R$ 1,7 bilhão, segundo dados só agora divulgados oficialmente pela Seguradora Líder.

Considerando o tipo de vítima, entre motoristas, pedestres e passageiros, os acidentes com motocicletas lideraram a estatística: indenizações por morte somaram 16.009; e invalidez atingiram 275.345. “O que nos deixa mais consternados é ver que são todos muito jovens”, diz o presidente-executivo da Líder, Ismar Torres, à frente da empresa desde dezembro do ano passado. Historicamente, a maior parte dos acidentes de trânsito com vítimas ocorre com pessoas que têm entre 18 e 44 anos, a maioria homens (75% dos sinistros).

A falta do uso do capacete, o desrespeito às leis de trânsito (muitos guiam o veículo de duas rodas sem habilitação) e o mau estado de conservação de muitas motocicletas potencializam os acidentes graves. “Acidentes envolvendo motocicletas corresponderam a 76% do total, um número alarmante, levando-se em conta que elas respondem por 27% da frota de veículos automotores em circulação”, reforça Torres.

O número de indenizações pagas em 2016, apesar de ser ainda muito alto, foi 33,4% menor que o registrado no exercício anterior. “O aprimoramento de controles e a adoção de critérios mais rigorosos na regulação de sinistros evitaram perdas da ordem de R$ 120,2 milhões com 9.493 tentativas de fraudes”, revela Ismar Torres. Segundo ele, os critérios e auditorias da companhia miram sempre “pagar certo a quem é de direito”.

Ao comentar sobre o futuro da Seguradora Líder, o executivo destaca a importância de o seguro DPVAT estar cada vez mais voltado para o cliente final, ou seja, a vítima de acidente de veículos automotores. “Agilizar, simplificar e estimular o relacionamento direto empresa-cliente, sem necessidade de intermediários; combater as fraudes, de forma cada vez mais integrada com os órgãos de prevenção e com os Ministérios Públicos Federal e Estadual; e desenvolver um amplo programa de apoio às vítimas de acidentes de trânsito são os objetivos principais da seguradora”, afirma Ismar Torres.

Acidentes por tipo de veículo

Motocicletas: 330.130 (76% do total)
Automóveis: 83.542 (19%)
Caminhões e pick-ups: 12.515 (3%)
Ônibus, micro-ônibus e vans: 7.712 (1,9%)
Ciclomotores: 347 (0,1%)

Indenizações por Região (todos os veículos)

Nordeste: 29%
Sudeste: 29%
Sul: 21%
Centro-Oeste: 12%
Norte: 9%

Categorias: Notícias
© Gente Seguradora - 2019 - Todos os direitos reservados