Fraude nos Seguros

A Fraude no Direito Penal configura-se crime de Estelionato. A pena prevista é a reclusão de 1 (um) a 5 (cinco) anos e multa. Estima-se que do total dos sinistros registrados, entre 10% a 15% representam a parcela de fraudes nos Seguros, segundo estudo realizado pela Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e de Capitalização (Fenaseg).

O princípio do mutualismo no qual se baseia o Seguro implica no compartilhamento de perdas e ganhos, o que significa que todos são prejudicados pela fraude – todos nós pagamos por ela.


Exemplos de fraudes que ocorrem com maior frequência:

  • a.Simulação de roubo de veículos;
  • b. Inversão de culpa nos acidentes de trânsito, nos casos em que o culpado pelo acidente não possui seguro;
  • c.Taxações indevidas nos orçamento de oficinas em benefício próprio;
  • d. Agravo do sinistro para fugir do pagamento da franquia;
  • e. Omitir informações no ato da contratação do seguro.

Denuncie sempre que souber de alguma fraude.
Faça a sua parte!

mwais@genteseguradora.com.br

(51) 3027.8888


 



Compartilhe nas Redes sociais

Facebook Google+ Twitter LinkedIN WhatsApp Indicar via e-mail